Você sabe o que é "Escola Aberta"?

O programa Escola Aberta


O programa Escola Aberta abre as portas das instituições para a comunidade nos finais de semana e já se tornou referência entre alunos, pais e professores. Criado em 2004 em parceria com a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), atualmente o programa compõe a política de educação integral do governo federal e fortalece a execução do Mais Educação, projeto que visa aumentar a oferta de atividades nas escolas. Este ano, 8.573 instituições aderiram ao Escola Aberta. Marlova Jovchelovitch Noleto, diretora Programática da Unesco no Brasil e coordenadora de Ciências Humanas Sociais, conta que o Escola Aberta reproduz a experiência da Unesco chamada de Abrindo Espaços: Educação e Cultura pela Paz.

Marlova Jovchelovitch Noleto - Diretora Programática da UNESCO no Brasil  (Foto: Divulgação) 
Marlova Noleto, da UNESCO (Foto: Divulgação)
"A ideia era abrir mesmo espaço na escola para atividades culturais, esportivas  de lazer, utilizando o equipamento que fica ocioso no finais de semana. Começamos fazendo parceria com os governos do Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco, e deu tão certo que acabou sendo expandido e virando uma política pública do Ministério da Educação (MEC)", conta a diretora.
Sonia de Oliveira Castro, diretora do Ciep Prof. Haroldo Teixeira Valadão, no Rio de Janeiro, conta que a escola participa do programa desde o lançamento, há quase 10 anos. “Nossa escola é uma das que participa mais ativamente do programa no Rio. Cerca 300 a 400 pessoas frequentam a escola no sábado, para realizar atividades esportivas, danças, lutas, entre outras. Se houver campeonato, o número de frequentadores aumenta. Constatamos que a relação dos alunos com a escola melhora e que eles ganham mais disciplina”, diz Sonia.

Ciep Professor Haroldo Teixeira Valladão, no Rio de Janeiro, participante do Escola Aberta (Foto: Divulgação) 
Alunos do Ciep Professor Haroldo Teixeira Valladão, no Rio, aproveitam para jogar futebol na escola no final de semana (Foto: Divulgação).
Jorge Nascimento, coordenador do programa Escola Aberta no Rio de Janeiro, ressalta que a comunidade cuida melhor da instituição de ensino quando se apropria do espaço.
“Em algumas localidades, não existe nenhum equipamento cultural, só a escola. Então, quando tem o Escola Aberta, o colégio vira um point para os jovens e suas famílias. Além das atividades, damos café da manhã, almoço e lanche. A comunidade respeita a unidade escolar, não picha e não depreda”, explica o coordenador.

Programa Escola Aberta em escola de Diadema, em São Paulo 2 (Foto: João Bittar) 
Programa Escola Aberta oferece atividades de lazer (Foto: João Bittar)
De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), as ações dos finais de semana são realizadas a partir de consultas à escola e do diagnóstico da comunidade para identificar demandas locais, pessoas e instituições que se proponham a compartilhar seus conhecimentos, habilidades e competências de forma voluntária. Como resultados das experiências do programa, estão a potencialização do diálogo entre os educadores da escola e a comunidade; a maior participação/presença das famílias nas escolas; e a valorização dos saberes populares.
 

Veja mais detalhes sobre a realização do Escola Aberta em alguns outros Estados:

Rio Grande do Sul
Programa Escola Aberta - Rio Grande do Sul  (Foto: Divulgação)Sábado com música em escola do Rio Grande do Sul (Foto: Divulgação).
O Programa Escola Aberta para a Cidadania funciona atualmente com 115 escolas e tem como principal objetivo contribuir para a melhoria da qualidade da educação, a inclusão social e a construção de uma cultura de paz. Neste sentido, o Programa Escola Aberta desenvolve oficinas pedagógicas, culturais, esportivas, geração de renda, artes e outras que motivem a participação da comunidade escolar. No dia 26 de outubro, será realizada em Porto Alegre a Mostra Cultural e Pedagógica do Programa Escola Aberta,  com apresentação de trabalhos de 29 escolas, além de músicas criadas para marcar os 10 anos de Escola Aberta na rede Estadual do Rio Grande do Sul.

Espírito Santo

No município de Vitória, 30 das 53 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef) oferecem o programa Escola Aberta, durante seis horas todos os sábados. Mesmo no período de férias escolares, o programa também é realizado. As oficinas são acompanhadas por um representante da comunidade (que assume a coordenação local) e desenvolvidas por oficineiros, que, em sua maioria, são talentos da própria região.

Distrito Federal

Participam do programa atualmente 41 escolas, localizadas em territórios de vulnerabilidade social, com pouca oferta de espaços de lazer e cultura, onde muitas vezes a instituição escolar é a referência do poder público na comunidade, tornando-a uma porta de entrada para um conjunto de diretos sociais. As atividades são realizadas por pessoas e/ou instituições que atuam de forma voluntária, escolhidas de acordo com a demanda da comunidade, valorizando sempre os saberes e fazeres da localidade.


Fonte: Globo.com. Disponível em <http://redeglobo.globo.com/globoeducacao/noticia/2013/10/escola-aberta-estreita-relacao-entre-instituicoes-de-ensino-e-comunidades.html>. Acesso em <15/03/2018>.
Share:
Blog da Escola Municipal Professora Efigênia Vidigal, Belo Horizonte - MG. Tecnologia do Blogger.

CADASTRO PARA A ESCOLA INTEGRAL

CADASTRO PARA A ESCOLA INTEGRAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS MUNICIPAIS E ESCOLAS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL Podem ser cada...

Total de visualizações de página

Pesquisar neste blog

Notificações via e-mail